Site Autárquico de Vila Real de Santo António

Mapa do Concelho

Áreas Estratégicas

Áreas EstratégicasGabinete de Apoio ao Emprego Eurocidade do GuadianaAssociativismo

Apoio à deficiência

 A qualidade de vida e as oportunidades das pessoas designadas por pessoas com deficiência refletem não só as condições gerais de vida e as políticas socioeconómicas que têm caracterizado as diferentes épocas ao longo da história, como também as representações e construções sociais que vigoram acerca da deficiência.

No concelho de Vila Real de Santo António, os cidadãos com deficiência são uma preocupação, no sentido de que possam ter uma maior qualidade de vida; ter condição de expressar as suas capacidades e as suas expectativas; partilhar as suas necessidades; sociabilizar os seus problemas; ou seja, exercer a sua cidadania plena.

Banco de Ajudas Técnicas

O Banco de Ajudas Técnicas do Município de Vila Real de Santo António, pretende dar resposta às pessoas cuja situação de saúde imponha a utilização de serviços, produtos, dispositivos, equipamentos ou sistemas de produção especializado, atenuando as dificuldades de mobilidade e facultando uma melhoria de cuidados e qualidade de vida.

Regulamento Municipal do Funcionamento do Banco de Ajudas Técnicas do Município de Vila Real de Santo António

Formulário de Candidatura


Terapia da fala

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António em parceria com a Associação Odiana tem vindo a prestar apoio a pessoas, portadoras de deficiência ou em situações de risco biológico, munícipes do concelho de Vila Real de Santo António, que apresentam carência económica comprovada e que justifiquem através de avaliação médica a necessidade de obter apoio na área de Terapia da Fala, nomeadamente através da frequência de sessões específicas e adequadas a cada problemática.

Sessões de Hidroterapia/Reabilitação

 
A Câmara Municipal disponibiliza sessões gratuitas de hidroterapia/reabilitação nas Piscinas Municipais para munícipes que comprovem a necessidade deste tipo de apoio.

Projeto “Lazer e Tempos Livres  para Cidadãos com Mobilidade Reduzido – Praia Acessível – Uma Praia para Todos


A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, anualmente, no período de 1 de Julho a 30 de Setembro, desenvolve o projeto “Lazer e Tempos Livres para Cidadãos com Mobilidade Reduzido – Praia Acessível – Uma Praia para Todos” em quatro praias do concelho, nomeadamente Praia de Santo António, Monte Gordo, Lota e Manta Rota.

 Este projeto tem como principal objetivo harmonizar diversas iniciativas locais já empreendidas para tornar acessíveis as praias às pessoas com mobilidade condicionada, criando uma resposta social, de utilização temporária, fornecendo conforto para pessoas com mobilidade reduzida, fomentando o convívio e proporcionalmente a animação cultural e a ocupação do tempo livre.

 Nas quatro praias acessíveis do concelho os utilizadores podem encontrar Serviços de apoio (toldos, estacionamento ordenado e reservado, rampas de acesso e passadeiras até à zona de toldos); Instalações sanitárias para o cidadão portador de mobilidade condicionada, em adequadas condições de higiene e de funcionalidade; vigilância durante a permanência do utente no projeto (presença de nadadores salvadores com formação específica e existência de postos de primeiros socorros). Nas referidas praias estão, ainda, à disposição equipamentos para facilitar o acesso aos banhos, os Tiralós (Amphy Buggies), os quais ficaram sob a responsabilidade dos concessionários


Transporte da População com Deficiência

A autarquia assegura a viagem entre o município e a Fundação Irene Rolo em Tavira, numa carrinha que a própria instituição cedeu à Câmara Municipal para o efeito, suportando os custos com combustível e de manutenção da viatura e disponibilizando um motorista.

 
No entanto, como os lugares disponíveis nesta carrinha se tornaram insuficientes para transportar todos os munícipes que frequentam a Fundação, a autarquia financia aos Bombeiros Voluntários a deslocação diária de 6 pessoas. Os alunos que tenham condições para deslocar-se até à Fundação em transporte público beneficiam de uma comparticipação na aquisição do passe social.


Guia de Recursos para Pessoas com Deficiência

Após a realização do Diagnóstico Municipal da Deficiência (2010) surgiu a necessidade de estruturar um Guia de Recursos para Pessoas com Deficiência e suas famílias, como meio de facilitar o acesso, em igualdade de oportunidades, à informação.

Foram estabelecidos contatos com diversas entidades, tendo-se estruturado o documento em onze capítulos, nomeadamente referências de base; proteção social/segurança social; saúde, educação; formação e emprego; autarquia; fiscalidade; habitação; produtos de apoio (ajudas técnicas); outras informações; outros apoios.

Guia de Recursos para Pessoas com Deficiência