Site Autárquico de Vila Real de Santo António

> Home > Notícias
Mapa do Concelho

Áreas Estratégicas

Áreas EstratégicasEurocidade do GuadianaAssociativismo

Perigo de Incêndio Rural - Medidas Preventivas

Perigo de Incêndio Rural - Medidas Preventivas

09/05/2022

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se para os próximos dias continuação de tempo quente e seco com temperaturas máximas acima da média para a época.

  1. SITUAÇÃO

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê-se para os próximos dias continuação de tempo quente e seco com temperaturas máximas acima da média para a época, salientando-se:

  • Humidade relativa do ar inferior a 20% no interior, no vale do Tejo e sotavento algarvio com fraca recuperação noturna no interior, em especial nas terras altas (< 30% no interior Norte e Centro).
  • Vento do quadrante norte passando a predominar do quadrante oeste a partir de amanhã (10MAI), mais intenso a partir da tarde (< 30Km/h) no litoral Oeste e nas terras altas.
  • Temperaturas máximas entre 25 e 35ºC, pontualmente mais elevadas a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela.

Índices de risco de incêndio elevados a muito elevados, em especial no interior Norte e Centro e na região Sul (Baixo Alentejo e Algarve), a agravar progressivamente nos próximos dias.

 

  1. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Em função da previsão das condições meteorológicas é expectável:

Tempo seco com condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais. Aumento da dificuldade das ações de supressão aos incêndios rurais em consequência do aumento da intensidade do vento e da baixa humidade relativa do ar.

 

  1. MEDIDAS PREVENTIVAS

O SMPC recorda que, de acordo com as disposições legais em vigor:

  • A realização de queimadas extensivas só é permitida após autorização da autarquia local;
  • Para os locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja de nível muito elevado ou máximo:
    • A queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, está também sujeita a autorização da autarquia local, devendo esta definir o acompanhamento necessário para a sua concretização, tendo em conta o risco do período e zona em causa.
    • Para a sua realização, deverão ser assegurados os cuidados estabelecidos em:

                     https://fogos.icnf.pt/sgif2010/InformacaoPublicaDados/Queima_2019.jpg

O Serviço Municipal de Proteção Civil recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor e, tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio neste período, disponível junto dos sítios da internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, ou junto do Gabinete Técnico Florestal e do Corpo de Bombeiros.

/html>